Fluxograma

5 passos simples para desenhar um Fluxograma


Como desenhar um fluxograma parece um mistério para você? Na verdade um fluxograma tem o objetivo de tornar as coisas mais claras, demonstrar graficamente como funciona um processo. Além disso, você pode usar programas simples, disponíveis na maioria dos computadores, para fazer esses desenhos de fluxogramas. Até mesmo com PowerPoint ou Excel é possível fazer isso.

Neste artigo vamos apresentar 5 passos para desenhar um fluxograma. Vamos lá?

1- Defina os componentes de um processo.

Se você pretende aprender como desenhar um fluxograma para entender melhor um processo, o primeiro passo é determinar seus componentes.


Entrada ou inputs: são documentos, informações, tabelas, materiais, itens etc. que serão usados durante o processamento e transformados numa saída.

Processamento: São as ações que por meio de ferramentas e técnicas são aplicas às entradas para transformá-las nas saídas.

Saída  ou  outputs: Resultado do processamento que, da mesma forma que as entradas, podem ser documentos, informações, tabelas, materiais, itens, produtos, serviços etc.

Fique atento: você percebeu, pelo exposto acima, que a saída de um processo usualmente é a entrada de outro?

Exatamente por isso que se forma uma sequência de processamentos que podem ser desenhados num fluxograma, também chamado de fluxo de processos.

Agora que você definiu os componentes do processo, para aprender como desenhar um fluxograma será necessário conhecer os símbolos usados e o que significam e, antes disso, algumas outras etapas.

2- Coloque cada processamento na ordem em que ocorrem

Note quer as vezes alguns processamentos podem acorrer em paralelo, ou ter que esperar pelos saídas de outros, anteriores. Esse tipo de detalhe ficará mais claro nos próximos passos.

3- Faça as setas que conectam os processamentos

Neste ponto você vai notar que talvez tenha que redesenhar a ordem dos processos. Mas vá com calma: apenas indique a sequência do que está ocorrendo. No próximo passo você vai indicar por meio de símbolos o que ocorre em cada etapa do processo: se é preciso esperar outra tarefa, se é preciso tomar uma decisão, aguardar dados, documentos etc.

4- Desenhe os símbolos correspondentes para cada etapa do processo

Antes de desenhá-los, você deve conhecê-los, claro. Existem diversos símbolos e notações para desenhar fluxogramas. Vamos apresentar abaixo aqueles que consideramos mais convenientes para você aprender  como desenhar um fluxograma de maneira simples e intuitiva. 






Agora que marcou início e fim, pontos de tomada de decisão, atividades, esperas etc, refaça mentalmente o processo e veja se não tem algo que possa ser melhorado para retratá-lo de maneira mais fiel.


É por isso que recomendamos o uso de softwares, mesmo que simples, para isso. Até mesmo com um programa Word é possível desenhar um fluxograma simples, arrastando os elementos para posições adequadas e cada vez aperfeiçoando mais essa representação gráfica.


Fonte: 
venki