7 Cursos que todo estudante de Engenharia de Produção deveria fazer


   
Todos sabemos que a Engenharia de Produção abrange várias áreas, ou seja, um engenheiro de produção “pleno” precisa dominar várias ferramentas, técnicas e conhecimentos. Durante o curso por muitas vezes a carga teórica tem muito mais espaço que a prática, gerando a necessidade de os alunos procurarem complementar sua formação com cursos fora da universidade. Quais cursos um estudante de Engenharia de Produção poderia fazer? Hoje reuni aqui alguns cursos/ferramentas que podem ser feitos para dar aquele up! no currículo ou mesmo para consolidar e saber mais sobre a aplicação de conhecimentos que recebemos nas aulas.

Microsoft Excel

Muito conhecido de todos nós, o Excel pode ser uma ferramenta poderosa para o engenheiro de produção. Ele pode ser usado, por exemplo, nas disciplinas de Planejamento e Controle de Produção – calculando capacidade de produção, simulando demandas, definindo gargalos, etc – e Pesquisa Operacional – encontrar mix de produção, capacidade de produção, otimização de rotas e modelos ‘minimax’.


Software de Gestão de Projetos

Estes softwares, sendo os mais conhecidos o Microsoft Project e o Spider Project, foram desenvolvidos para o gerenciamento de projetos e possibilitam o usuário a desenvolver um plano, distribuir tarefas aos seus recursos, monitorar progresso do projeto, gerenciar os custos, entre outros.


Minitab

O Minitab é uma ferramenta estatística poderosa, onde pode-se fazer análises básicas de estatística como testes de hipóteses, intervalos de confiança e testes de normalidade e também análises mais complexas como gráficos de controle, regressões e ferramentas de qualidade.


Six Sigma

Six sigma é um conjunto de ferramentas e técnicas para a melhoria de processos. Existem cursos de capacitação em Six Sigma onde essas metodologias são expostas de forma prática e direta no contexto empresarial.


Software CAD/CAE/CAM

Os softwares CAD (Computer-aided design – desenho assistido por computador) usam o computador para ajudar na criação, modificação, análise ou otimização de um projeto. O software mais conhecido é o AutoCAD. É bom ter uma noção do uso desses softwares para o auxílio no desenvolvimento de novos produtos e na melhoria da comunicação entre áreas diferentes.


Empreendedorismo

Segundo o SEBRAE empreendedorismo “ são habilidades para a ideação, construção, gerenciamento e desenvolvimento de projetos e negócios”. Ter noções sobre empreendedorismo, além de potencializar conhecimentos para a criação de um novo negócio, pode ser um diferencial do engenheiro dentro de uma organização, fornecendo novas ideias, tendo visões de longo prazo e atingindo metas.


Liderança

Para aqueles que acreditam não terem o “espírito de líderes”, existem cursos que podem ajudar a desenvolver as habilidades de liderança. Essas habilidades podem ajudar nos trabalhos em grupo, na transformação da organização e na motivação dos parceiros de trabalho.
Leia mais: Engenheiro de Produção, seja um líder! E todos os outros engenheiros também

Algumas universidades oferecem estes cursos como disciplinas. Se você tem facilidade para estudar sozinho, há muitos materiais online sobre eles. Procure se informar!

Referências: ferp.br, minitab.com, sebrae.com.br

Fonte: Blog da Engenharia

E você, já fez algum destes cursos? Adicionaria algum à lista? Compartilhe conosco!